Conforme Você Viu no nosso último artigo, o Agrimensor do Futuro está fazendo uma série de comparações Entre o Receptor GNSS Stonex S800 e os demais equipamentos do mercado. Hoje, falaremos sobre o Trimble R8.

Este estudo tem como objetivo comparar os 2 receptores e entender quais as vantagens que o Stonex S800 tem em relação a eles.

Vamos então as principais diferenças entre eles:

  • Canais:

Stonex S800: 555

Trimble R8: 440

  • Sinais Captados:

Stonex S800: GPS (L1CA,L1C,L2E,L2C,L5)/GLONASS(L1CA,L1P,L2CA,L3,L2P) /BEIDOU(B1/B2)/GALILEO(E1,E5A,E5B)/SBAS: QZSS,WAAS, EGNOS, GAGAN

Trimble R8: GPS (L1,L2,L2C) /GLONASS(L1,L2,L2C,L3)/ BEIDOU (B1/B2)/GALILEO (E1/E5B)/(QZSS(L1,L2C)/L-BAND (OMNISTAR)

(Repare que, apensar do R8 pegar algumas constelações semelhantes ao do S800, o S800 se destaca por conseguir pegar mais canais dentro das mesmas constelações)

  • Rádio Integrado:

– Stonex S800: SIM

– Trimble R8: SIM

4) Memória Interna:

– Stonex S800: 8Gb

– Trimble R8: 54Mb

5) Precisão

a) Estática Horizontal

– Stonex S800: 2,5 mm + 1ppm

– Trimble R8: 3 mm + 0.5 ppm

b) Estática Vertical

– Stonex S800: 5 mm + 1 ppm

– Trimble R8: 3,5 mm + 0.5 ppm

c) RTK Horizontal

– Stonex S800: 8 mm + 1 ppm

– R8: 8 mm + 1ppm

d) RTK Vertical

– Stonex S800: 15 mm + 1ppm

– R8: 15 mm + 1ppm

Como você pode ver, o Stonex S800 é um equipamento bastante moderno, que surgiu recentemente e já consegue bater de frente com diversas vantagens se comparado a equipamentos tradicionais de mercado. Se você quiser conhecer mais sobre o Receptor GNSS Stonex S800, confira neste artigo aqui.

Se quiser ver o comparativo dele com outros equipamentos de mercado, acesse este anexo aqui.

Se quiser ver como você pode transformar o seu celular em uma coletora GPS que funcione com qualquer equipamento, veja este artigo aqui e baixe agora mesmo o Aplicativo Cube da Stonex. Todo o passo-a-passo e vídeos tutoriais para fazer a instalação e configuração podem ser vistos no texto.

Fique de olhos nos próximos artigos do Agrimensor do Futuro, nos quais vamos comparar o Stonex S800 com outros receptores do mercado.


Conforme Você Viu no nosso último artigo, o Agrimensor do Futuro está fazendo uma série de comparações Entre o Receptor GNSS Stonex S800 e os demais equipamentos do mercado. Hoje, falaremos sobre o Spectra SP60.

Este estudo tem como objetivo comparar os 2 receptores e entender quais as vantagens que o Stonex S800 tem em relação a eles.

Vamos então as principais diferenças entre eles:

  • Canais:

Stonex S800: 555

Spectra SP60: 240

  • Sinais Captados:

Stonex S800: GPS (L1,L2,L2C,L5)/GLONASS(L1,L2,L2C,L3,L5) /BEIDOU(B1/B2/B3)/GALILEO(E1,E2,E5AB,E6)/QZSS(L1,L2C,L5,L6)/IRNSS/SBAS

Spectra SP60: GPS (L1,L2,L2C) /GLONASS(L1,L2,L2C,L3)/ BEIDOU (B1/B2)/GALILEO (E1/E5B)/(QZSS(L1,L2C)/L-BAND (OMNISTAR)

(Repare que, apensar do SP60 pegar algumas constelações semelhantes ao do S800, o S800 se destaca por conseguir pegar mais canais dentro das mesmas constelações)

  • Rádio Integrado:

– Stonex S800: SIM

– Spectra SP60: Opcional

4) Memória Interna:

– Stonex S800: 8Gb

– Spectra SP60: 256Mb

5) Precisão

a) Estática Horizontal

– Stonex S800: 2,5 mm + 1ppm

– Spectra SP60: 3 mm + 0.5 ppm

b) Estática Vertical

– Stonex S800: 5 mm + 1 ppm

– SP60: 5 mm + 0.5 ppm

c) RTK Horizontal

– Stonex S800: 8 mm + 1 ppm

– SP60: 8 mm + 1ppm

d) RTK Vertical

– Stonex S800: 15 mm + 1ppm

– SP60: 15 mm + 1ppm

Como você pode ver, o Stonex S800 é um equipamento bastante moderno, que surgiu recentemente e já consegue bater de frente com diversas vantagens se comparado a equipamentos tradicionais de mercado. Se você quiser conhecer mais sobre o Receptor GNSS Stonex S800, confira neste artigo aqui.

Se quiser ver o comparativo dele com outros equipamentos de mercado, acesse este anexo aqui.

Se quiser ver como você pode transformar o seu celular em uma coletora GPS que funcione com qualquer equipamento, veja este artigo aqui e baixe agora mesmo o Aplicativo Cube da Stonex. Todo o passo-a-passo e vídeos tutoriais para fazer a instalação e configuração podem ser vistos no texto.

Fique de olhos nos próximos artigos do Agrimensor do Futuro, nos quais vamos comparar o Stonex S800 com outros receptores do mercado.


Conforme Você Viu no nosso último artigo, o Agrimensor do Futuro está fazendo uma série de comparações Entre o Receptor GNSS Stonex S800 e os demais equipamentos do mercado. Hoje, falaremos sobre o Trimble R2.

Este estudo tem como objetivo comparar os 2 receptores e entender quais as vantagens que o Stonex S800 tem em relação a eles.

Vamos então as principais diferenças entre eles:

  • Canais:

Stonex S800: 555

Trimble R2: 220

  • Sinais Captados:

Stonex S800: GPS (L1,L2,L2C,L5)/GLONASS(L1,L2,L2C,L3,L5) /BEIDOU(B1/B2/B3)/GALILEO(E1,E2,E5AB,E6)/QZSS(L1,L2C,L5,L6)/IRNSS/SBAS

Trimble R2: GPS (L1,L2,L2C) /GLONASS(L1,L2,L2C)/ BEIDOU (B1/B2)/GALILEO (E1/E5AB)/(QZSS(L1,L2C)/SBASS/L-BAND (OMNISTAR)

(Repare que, apensar do R2 pegar algumas constelações semelhantes ao do S800, o S800 se destaca por conseguir pegar mais canais dentro das mesmas constelações)

  • Rádio Integrado:

– Stonex S800: SIM

– Trimble R2: Opcional

4) Memória Interna:

– Stonex S800: 8Gb

– Trimble R2: 48Mb

5) Precisão

a) Estática Horizontal

– Stonex S800: 2,5 mm + 1ppm

– Trimble R2: 3 mm + 0.5 ppm

b) Estática Vertical

– Stonex S800: 5 mm + 1 ppm

– R2: 5 mm + 0.5 ppm

c) RTK Horizontal

– Stonex S800: 8 mm + 1 ppm

– R2: 10 mm + 1ppm

d) RTK Vertical

– Stonex S800: 15 mm + 1ppm

– R2: 20 mm + 1ppm

Como você pode ver, o Stonex S800 é um equipamento bastante moderno, que surgiu recentemente e já consegue bater de frente com diversas vantagens se comparado a equipamentos tradicionais de mercado. Se você quiser conhecer mais sobre o Receptor GNSS Stonex S800, confira neste artigo aqui.

Se quiser ver o comparativo dele com outros equipamentos de mercado, acesse este anexo aqui.

Se quiser ver como você pode transformar o seu celular em uma coletora GPS que funcione com qualquer equipamento, veja este artigo aqui e baixe agora mesmo o Aplicativo Cube da Stonex. Todo o passo-a-passo e vídeos tutoriais para fazer a instalação e configuração podem ser vistos no texto.

Fique de olhos nos próximos artigos do Agrimensor do Futuro, nos quais vamos comparar o Stonex S800 com outros receptores do mercado.


Neste e nos próximos artigos, o Agrimensor do Futuro Fará uma Comparação Entre o Receptor GNSS Stonex S800 e os demais equipamentos do mercado,  a começar pelo Hiper SR/SR GSM.

Este estudo tem como objetivo comparar os 2 receptores e entender quais as vantagens que o Stonex S800 tem em relação a eles.

Vamos então as principais diferenças entre eles:

  • Canais:

Stonex S800: 555

Hiper SR/SR GSM: 226

  • Sinais Captados:

Stonex S800: GPS (L1,L2,L2C,L5)/GLONASS(L1,L2,L2C,L3,L5) /BEIDOU/GALILEO/QZSS(L1,L2C,L5,L6)//IRNSS/SBAS

Hiper SR/SR GSM: GPS (L1,L2,L2C) /GLONASS(L1,L2,L2C)/ QZSS(L1,L2C)/SBASS

(Repare que, apensar do Hiper pegar algumas constelações semelhantes ao do S800, o S800 se destaca por conseguir pegar mais canais dentro das mesmas constelações)

  • Rádio Integrado:

– Stonex S800: SIM

– Hiper SR/SR GSM: NÃO

4) Memória Interna:

– Stonex S800: 8Gb

– Hiper SR/SR GSM: 2Gb

5) Precisão

a) Estática Horizontal

– Stonex S800: 2,5 mm + 1ppm

– Hiper SR/SR GSM: 3 mm + 0.5 ppm

b) Estática Vertical

– Stonex S800: 5 mm + 1 ppm

– Hiper: 5 mm + 0.5 ppm

c) RTK Horizontal

– Stonex S800: 8 mm + 1 ppm

– Hiper: 10 mm + 1ppm

d) RTK Vertical

– Stonex S800: 15 mm + 1ppm

– Hiper: 15 mm + 1ppm

Como você pode ver, o Stonex S800 é um equipamento bastante moderno, que surgiu recentemente e já consegue bater de frente com diversas vantagens se comparado a equipamentos tradicionais de mercado. Se você quiser conhecer mais sobre o Receptor GNSS Stonex S800, confira neste artigo aqui.

Se quiser ver o comparativo dele com outros equipamentos de mercado, acesse este anexo aqui.

Se quiser ver como você pode transformar o seu celular em uma coletora GPS que funcione com qualquer equipamento, veja este artigo aqui e baixe agora mesmo o Aplicativo Cube da Stonex. Todo o passo-a-passo e vídeos tutoriais para fazer a instalação e configuração podem ser vistos no texto.

Fique de olhos nos próximos artigos do Agrimensor do Futuro, nos quais vamos comparar o Stonex S800 com outros receptores do mercado.


No Artigo passado, você aprendeu que agora já é possível utilizar o seu celular como coletora de dados, certo? (Se ainda não sabe como fazer isto, confira nosso último artigo por aqui).

Hoje, vamos te mostrar através de vídeos tutoriais, como você pode utilizar o aplicativo Cube-A para trabalhar como coletora de dados. Por isso, é fundamental que, se você ainda não tenha o aplicativo baixado no seu celular, clique no link acima para aprender como se faz o download.

Lembrando que o download do aplicativo é gratuito, e o único porém é que ele ainda não está disponível em português. Porém, basta saber um inglês básico para você conseguir utiliza-lo e, convenhamos, a economia que você terá ao utiliza-lo compensa aprender meia-dúzia de palavras em outro idioma, certo?

Afinal, apesar de ter sido feito pela Stonex e ter a mesma interface dos equipamentos da marca, como o GNNS STONEX S800, o Cube-A funciona com QUALQUER EQUIPAMENTO. Ou seja, ele vai te ajudar a economizar não importa qual seja a marca do seu GPS.

Então, vamos aos tutoriais:

  1. Para começar os trabalhos com o Cube-A como sua coletora de dados, segue vídeo inicial de configuração:

2. Locação de Dados:

3. Exportando Dados:

4. Configurando Base e Rover RTK no Cube-A:

5. Configuração RTK Ntrip no Cube-A para o GNSS S800

Como você pode ver nos vídeos, apesar de estar em inglês, é extremamente fácil de utilizar o Cube-A como coletora de Dados mesmo que você não fala a língua inglesa de forma fluente.

Caso tenha interesse em conhecer mais a respeito do Cube-A e como ele pode ser útil para o seu trabalho em campo, entre em contato com a equipe técnica da Alezi Teodolini, que é a empresa responsável por trazer esta tecnologia da Stonex para o Brasil.

Este é um assunto que já está está dando o que falar no mercado topográfico em 2017 e pode ter certeza que em 2018 vai estar com tudo.

Afinal, nossos smartphones já estão tão complexos e servem para tantas coisas, que já era hora de eles passarem a funcionar como coletora de dados também.

Até a próxima!

Quer conhecer mais sobre o S800, Receptor GNSS de alta performance da Stonex? Veja Este Artigo Aqui!


Você já viu aqui no Agrimensor do Futuro um artigo em que contávamos sobre o Receptor GNSS Stonex S800. O que você ainda não viu, que vamos te mostrar hoje, é que você pode utilizar o Stonex S800 (ou qualquer outro receptor gnss) com o seu celular como coletora de dados GPS.

Isso mesmo, ao invés de precisar de uma coletar de dados GPS só para isso, você pode baixar um aplicativo no seu celular e pronto: ele será sua coletora.

A melhor parte de tudo, ainda, é que esse aplicativo é gratuito.

O Aplicativo se chama Cube-A, foi criado pela Stonex, mas a grande notícia é que você pode utilizá-lo com equipamentos de QUALQUER MARCA.

Isso mesmo. Pense assim: quanto custa hoje uma coletora de dados GPS? O valor pode variar, claro, mas você pode por na conta aí de 3 a 10 mil reais para uma. Como o Cube-A, você consegue reduzir todo esse valor na hora de comprar o Aparelho.

E como ele é feito pela Stonex, ele vai ter a mesma interface dos equipamentos, como é o caso do Stonex S800 que te mostramos neste artigo aqui!

É bom se dizer que o único porém deste aplicativo é que ele ainda só está disponível em Inglês.

Porém, basta que você saiba o básico do básico, e tenha conhecimento no manuseio de equipamentos topográficos, para conseguir utilizá-lo mesmo que em outra língua.

Então, se você quer começar hoje a substituir a sua coletora de dados gps por seu celular, faça o seguinte:

– Utilizando o Celular, faça o download do aplicativo através deste Link:

FAÇA DOWNLOAD DO CUBE-A POR AQUI

Após o download, antes de acessar o aplicativo, você precisa seguir o seguinte passo-a-passo para colocá-lo em língua inglesa:

1) No seu celular, vá em Configurações

2) Depois em Gerenciamento Geral

3) Vá em Idioma e Entrada

4) Depois em Idioma

5) Adicionar o Idioma

6) Escolha

4) Escolha “English” e, em seguida, United States

5) Na tela inicial de Idiomas, coloque “English” em primeiro lugar, acima de Português

A partir daí, você já estará apto a utilizar seu celular como Coletora. A conexão com o aparelho acontece através de Bluetooth e, no próximo artigo, você vai ver através de vídeos tutorias, como o Cube-A Funciona!

Aguarde!


Se você acompanha o Agrimensor do Futuro, já deve ter visto por aqui nos post sobre o lançamento do Stonex S800, um receptor que vai muito além de um gps para medir terra.

Tem sido cada vez mais comuns recebermos relatos de clientes do equipamento elogiando a performance dele.

Por isso, hoje, mostraremos neste post alguns deste vídeos, para que você comprove com seus próprios olhos que realmente ele é muito mais do que um gps para medir terra.

Até mesmo pelo nome, já que ele é GNSS, e recebe 555 canais, sendo capaz de pegar constelações GPS, GLONNAS, GALILEO e BEIDOU.

Vamos então aos vídeos:

  1. S800 em Trabalho no Meio Da Mata – Parte 1

2. S800 em Trabalho no Meio Da Mata – Parte 2

3. S800 em Trabalho no Meio Da Mata – Parte 2

Como você pode perceber nos vídeos, o S800 consegue fixas pontos mesmo em um ambiente com condições extremamente adversas, como esta mata fechada no interior de Minas Gerais.

Isso acontece porque ele vai muito além de um gps para medir terra.

O Stonex S800 foi feito exatamente para resistir a situações adversas como as mostradas no vídeo. Até mesmo o design avançado do receptor foi feito desta forma para auxiliar na capacidade de rastreamento dele e assim amentar sua capacidade de resistência a interferências, como podemos acompanhar nos vídeos.

E o que mais chama atenção é que estes materiais estão sendo enviados por clientes após poucos dias de uso do equipamento.

Isso mostra que, além da capacidade de produzir resultados de alta performance, o S800 também é extremamente simples de manusear, sem grandes necessidades de treinamento e adaptações para quem já está no mercado.

Você pode conhecer mais sobre o STONEX S800 olhando este artigo aqui em que falamos sobre o lançamento dele. Confira AGORA!


Agora você também pode ter um Receptor de Alta Performance que vai muito além de um GPS Geodésico: o GNSS S800 da Stonex.

Se você deseja um receptor que vai muito além de ser um gps geodésico, já que ele capta 555 canais e suporta diversas constelações, como GPS, GLONASS, BEIDOU e GALILEO, então o Stonex S800 tem tudo o que você precisa.

QUE MAIS ELE TEM?

Além disso, o Stonex S800 conta também com:

  • Ntrip Habilitado e Radios de 2w
  • Bluetooth, Wi-FI, Web Ui
  • Memória de 8GB
  • 2 Baterias de 6800mAh
  • Possibilidade de Utilizar o Celular ou Tablet Como Coletora.

Ou seja, ele é a evolução de um GPS Geodésico.

Descubra como conhecer mais do Receptor GNSS Stonex S800 por aqui.

MAIS UMA NOVIDADE DO S800:

Mostrando como o Stonex S800 é uma evolução do tradicional GPS Geodésico, ele possui algo único no mercado:

Uma garantia de 2 Anos.

Isso mesmo.

Isso significa que, após adquirir o equipamento, caso, em até 2 anos, ele apresente algum problema de fabricação, você tem toda a garantia necessária para o conserto do se equipamento.

E sabe porque a garantia é tão longa?

Porque ele é extremamente confiável. E porque ele tem por trás toda a estrutura da Alezi Teodolini, com 40 anos de mercado, e que por isso pode disponibilizar para seus clientes este tipo de garantia única.

Qualquer manutenção necessária é feita no escritório da empresa em São Paulo, contando com técnicos treinados no fabricante no exterior.

Toda esta estrutura dá muito segurança aos clientes, que por isso tem optado cada vez mais por conhecer, testar e comprar o gps geodésico Stonex 800.

São diversos os relatos de clientes utilizando o equipamento, como você pode ver no vídeo abaixo.

Então é isso: Conheça agora mesmo mais detalhes do S800 e tenha para você esta solução robusta para seu trabalho em campo.


 

Os Vants (Veículos Aéreo Não Tripulado) conhecidos também como Drone, estão conquistando e conquistaram profissionais de mapeamento que atuam em diversas áreas, por ser um equipamento muito rentável.

É perceptível que a captação de imagens com drone é o primeiro passo dentro de um processo mais complexo, que exige conhecimentos específicos multidisciplinares como, cartografia, fotogrametria, processamento digital de imagens, topografia e geoprocessamento.

Neste contexto, o Agrimensor do Futuro traz para você 5 dicas para fazer levantamento com drone.

– Conhecimento sobre a fotogrametria básica

Sabe-se que todo produto gerado por um drone é oriundo da fotogrametria, e obter conhecimentos básicos sobre fotogrametria é essencial para os profissionais que atuam e atuarão no levantamento com drone.

A fotogrametria é uma tecnologia que permite interpretar e medir por meio das imagens capturadas pelos sensores, e por traz de toda essa tecnologia, existem alguns parâmetros que são fundamentais para gerar o produto final que tanto desejamos.

Dessa forma, se você conhecer estes parâmetros, certamente irá fornecer produtos de ótima qualidade aos seus clientes e sairá muito bem em casos de algum problema no levantamento e no processamento das imagens.

– Planejamento de voo do Levantamento com Drone

O planejamento de voo é a primeira etapa do levantamento aerofotogramétrico com drone.

Assim cada fabricante de drone adota seu próprio software para realizar o planejamento de voo, que funciona parcialmente de forma automática, apesar disso, é necessário inserir algumas informações, e é neste momento que são aplicados os conhecimentos básicos da fotogrametria.

Existe no mercado softwares de planejamento de voo que são disponibilizados de forma gratuita e são totalmente eficientes para esta etapa.

Nesta etapa que são definidos os parâmetros: área que será levantada, modelo da câmera/distância focal, altura de voo, ângulo do voo, a velocidade da aeronave, a sobreposições das fotos, escala, tamanho do GSD (Ground Sample Distance – Tamanho da Amostra de Terra), área de segurança determinada pela ANAC, ponto de decolagem e pouso do drone, a partir desses parâmetros são gerados os resultados da quantidade de fotos, tempo de disparo da foto, percurso e tempo de voo.

O planejamento de voo ou usualmente dito plano da missão nada mais é que o planejamento do levantamento de campo em si, portanto é de suma importância o conhecimento básico desses parâmetros fotogramétricos, para não obter erros durante a execução no levantamento de campo, e se obter algum erro nesta etapa todo o seu trabalho será jogado fora.

– Execução do levantamento com Drone

Ao realizar o levantamento com o drone primeiramente é importante executar um bom plano de missão, ter o conhecimento da autonomia de voo da aeronave, tempo da bateria e o tipo de sensor da câmera embarcada, isso tudo deve ser levado em consideração para que o levantamento seja bem executado e não causar transtornos com a aeronave.

Em determinados trabalhos, são recomendados que não realizem voos com muita incidência de ventos e sombras, pois isso pode prejudicar a interpretação na imagem e eventualmente com o vento forte derrubar seu drone.

Para um trabalho mais preciso, o uso de pontos de controle é indispensável, isso proporciona confiabilidade nos resultados gerados apurando o produto final.

Evite pousos bruscos com seu drone/vant, isso provoca descalibração da câmera, acarretando erro sistemático para o produto final, além de danificar a aeronave.

– Processamento de imagens aéreas do Levantamento com Drone

O processamento das imagens gera a ortofoto, mosaico e ortomosaico. A ortofoto é o produto gerado a partir da transformação de uma foto original em uma foto onde os deslocamentos devido ao relevo e a inclinação da fotografia são eliminados, ou seja, uma correção geométrica nas fotos, este processo é conhecido como ortorretificação. O mosaico é o agrupamento das fotos em relação a sobreposição. E a ortomosaico é um mosaico constituído pelas ortofotos.

Hoje em dia no mercado, existem diversos softwares de processamento de imagens aéreas, procure utilizar os que possuam ferramentas completas, de interface simplificada e dinâmica, pois o que muda nesses programas é a qualidade final do produto.

Além disso, busque realizar treinamentos e consultorias do software que está utilizando e que será utilizado, pois assim, você pode desfrutar de todos os recursos que o programa te oferece.

– Produto final do Levantamento com Drone

A partir do ortomosaico são gerados os modelos digitais da superfície e do terreno, e assim aplicando um pós-processamento resultam em diversos produtos, tais como, nuvens de pontos, variação da declividade, a hipsometria, o NDVI, falhamentos em plantios e entre outros.

Para obter um produto final de qualidade é necessário seguir todas essas dicas. Os drones são equipamentos poderosíssimos que oferece uma infinidade de serviços em diversas áreas. Trabalhar com este equipamento demanda conhecimentos específicos, que se praticados, você alcançará todos os objetivos dos serviços prestados com qualidade e excelência.

 


Serviços de Vant: O veículo aéreo não tripulado (VANT) é uma aeronave operada sem a presença de operador a bordo, ou seja, controlada remotamente, e não possui tripulantes e passageiros. As palavras Drone e RPA (Aeronave Remotamente Pilotada), são termos referente a uma aeronave do tipo VANT.

O uso do VANT hoje em dia, vem ganhando mais espaço na área da agrimensura. Realizar serviços com o VANT é tornar o mapeamento de médio, pequeno e micro formato mais eficiente, pois otimiza o trabalho dos profissionais que buscam uma boa qualidade e agilidade na captação de dados geográficos.

Os principais componentes de um Vant são: sensor de imageamento, o receptor GNSS e o sistema inercial (IMU). O sensor de imageamento nada mais é que uma câmera de resolução elevada, podendo ser um sensor passivo (sistemas fotográficos) ou ativo (radar e laser). O receptor GNSS, é o equipamento que coleta as coordenadas para georreferenciar as imagens. E o inercial, que é um equipamento que permite medir os parâmetros de aceleração linear, e a velocidade angular dos 3 eixos tridimensionais (ω,φ,κ) de uma aeronave, possibilitando assim uma melhor precisão dos dados.

Atualmente, os Vants estão sendo fabricados com a tecnologia receptor GNSS RTK (Real Time Kinematic), o que torna o produto final mais preciso e confiável. Com esse novo método, não é necessário utilizar os pontos de controle, e também proporciona que o plano de voo e o software de controle se conectam com a base, transmitindo um sinal de correção para o rover a bordo da aeronave.

São inúmeros os tipos de serviços de Vant aplicados na área da agrimensura. Os serviços são: atividades agropecuárias (falha em plantio, monitoramento da saúde das plantações, contagem de gados e entre outros), modelo digital de superfície (MDS), modelo digital de terreno (MDT), mapeamento de imagens 3D, cálculo de volume, monitoramento de estruturas, monitoramento meteorológicos, monitoramento de risco naturais, combate ao incêndio, inspeção de plataformas de petróleo, dentre muitos outros usos que já existem ou ainda estão por vir.

Neste contexto, o agrimensor do futuro traz para você 3 áreas que utilizam serviços do Vant.

– SERVIÇOS DE TOPOGRAFIA

A Topografia nada mais é que determinar o contorno, dimensão e posição relativa de uma porção limitada da superfície terrestre. Otimizar e agilizar a coleta de dados da superfície terrestre sempre foi um desafio para os estudiosos, e hoje, com o auxílio do Vant na topografia, isso se tornou possível.

A diferença entre a topografia clássica e a topografia com o auxílio do Vant, está no método de aquisição de dados. Enquanto a aquisição de dados da topografia clássica é realizada com os equipamentos, nível, estação total e receptores GNSS, a aquisição de dados da topografia com Vant é realizada com sensores de imageamento aerotransportados.

Quando referimos serviços topográficos utilizando um Vant, estamos falando em serviços de análise do relevo (MDT). Os principais serviços de análise do relevo são: quantificação de volumes, planialtimetria, sistematização de terrenos para corte e aterro.

Dessa forma, o produto gerado após a captação das imagens são as nuvens de pontos de alta densidade, obtidas por meio do processamento de imagens (ortoimagem) e filtragem, permitindo assim, fazer uma análise e extrair medidas.

As principais vantagens do Vant na topografia estão na redução do tempo em campo, na redução de tempo no processamento dos dados e na análise ampla das informações através da ortoimagem, tudo isso, quando comparado com a topografia clássica.

Portanto utilizar o Vant para serviços topográficos é uma boa opção para você que quer reduzir o tempo em campo e revolucionar o seu método de trabalho.

– SERVIÇOS DE SENSORIAMENTO REMOTO

O Sensoriamento Remoto é um termo utilizado na área das ciências aplicadas que se refere à obtenção de imagens à distância, sobre a superfície terrestre. Pode se dizer que, o sensoriamento remoto realiza observações de grande formato da Terra através de satélites orbitais. E com a evolução da tecnologia, é possível realizar serviços de sensoriamento remoto de pequeno e médio formato com a ajuda do Vant.

Os serviços de sensoriamento remoto com Vant, segui para o lado dos estudos de análises de recursos ambientais e agrícolas, tais como, mapeamento e monitoramento de desmatamento, recursos hídricos, riscos ambientais, riscos de incêndio, acompanhamento da plantação, monitoramento da saúde das plantas, agricultura de precisão, transmissão de energia, entre outras infinidades de serviços.

Os Vants de sensoriamento remoto são compostos por câmera multiespectral, esta possui múltiplos sensores e filtros de alta qualidade. Estes sensores são capazes de captar a luminosidade refletida pelos objetos terrestre, que são invisíveis a olho nu, e conseguem individualizar em bandas cada uma dessas cores (Red – R, Green – G, Blue – B e Infravermelho – NIR).

Entretanto, o produto gerado são bandas (imagem) com as cores captadas, que quando combinadas resultam em uma imagem de determinadas cores, que permite o estudo desses serviços.

As cores RGB, quando sobrepostas formam cores coloridas (cor natural e falsa cor), que permitem realizar análises dos objetos imageados. O infravermelho (cor não visível) possui informações importantes sobre os estados fisiológicos e da saúde da planta.

Portanto, o Vant aplicado no sensoriamento remoto é um aliado fundamental para o estudo de análise de recursos ambientais e agrícolas, pois, evita a perda da produção de cultivos, monitora áreas com risco a comunidade, uso e ocupação do solo e muito mais.

– SERVIÇOS DE FOTOGRAMETRIA

O mapeamento e monitoramento realizado com VANT nada mais é do que a legítima fotogrametria. A fotogrametria é a ciência, arte e tecnologia de obter informações de confiança sobre objetos com o uso de captação de fotografia e energia eletromagnética.

A fotogrametria teve seu início a bordo de balões, e agora está presente em aeronaves remotamente pilotadas. Os produtos gerados pelo Vant são os mesmos gerados pela fotogrametria clássica, porém de um formato menor e com menos precisão. Esses produtos são: ortofotos, modelos digitais de terreno e elevação, extração de feições por visão estereoscópica e etc.

Devemos ter em mente que, todo o produto gerado em serviços de Vant são produtos oruindo da fotogrametria.

O Vant é uma tecnologia atual que está revolucionando o mercado da agrimensura. Saber escolher a área que o Vant será aplicado é muito importante, para não gerar serviços de baixa qualidade, também vale ressaltar, que os programas de processamentos e imagens são muito complexos, e exige uma certa experiência na área, então procure se especializar antes.

Portanto, o Vant é um equipamento que permite reduzir muito tempo em campo e em processamento, aumenta a produtividade e oferece um serviço de alta qualidade para a visualização, tornando assim este equipamento muito poderoso.

Se você tem dúvidas sobre serviço de vant, deixe seu comentário para o Agrimensor do Futuro aqui embaixo!

Veja modelos de Vants no Site da Alezi Tedolini!